[ad banner]




Blog Created: 8/27/07
Number of entries: 79
Number of comments: 47

Visited Blogdrive Members:
border

Tag this Profile


border
General Information

Main blog:
Gender:Female
Occupation:Student
Religion:Not religious
Location:Portugal


Appearance

Eyes:Brown
Vision:Glasses/Spectacles
Hair Style:Straight - Medium
Skin Tone:Ghostly
Clothing Pref.:Nude


Personal Information

Relationship Status:Single - Never Married
Sexual Preference:Straight but curious
Astrological Sign:Aries (March 21 - April 19)
Existing as:Human
Smoking:Daily
Liquor:Regularly
Exercise:Don't exercise
Likes:pffff
Dislikes:pfffffff


Four Most Recent Entries

Chicago
"I've made it," she said, "I've come through." she had on new boots, pants and a white sweater. "I know what I want now." she was from Chicago and had settled in L.A.'s Fairfax district. "you promised me champagne," she said. "I was drunk when I phoned. how about a beer?" "no, pass me your joint." she inhaled, let it out: "this isn't very good stuff." she handed it back. "there's a difference," I said, "between making it and simply becoming hard." "you like my boots?" "yes, very nice." "listen, I've got to go. can I use your bathroom?" "sure." when she came out...
 
também digo "mamas", mas não nos encontros.
uma vez uma rapariga expôs as minhas mamas baixando o decote do meu vestido, porque eu não tinha soutien. as minhas mamas mais tarde ofereceram-se às mãos dela perto do balcão de um bar. (desfoco) e aos lábios quando novamente expostas (as mamas) na casa-de-banho. recordo as pessoas aborrecidas, batendo na porta impacientemente até ao orgasmo exposto (isto é: sonoro) que me deu com a língua, enquanto as mãos nas mamas às vezes os lábios alternando entre um lugar e outro, e os meus. no fim, ...
 
coisas perdidas I
escondo-me. escondo-me da capela fechada, mas onde a possa observar, de longe, nas sombras. perto da capela encontra-se para exposição um rosto de cera derretido e ouvem-se com esforço todas as preces inúteis que foram feitas noutras horas, e depois atiradas a fogueiras feitas em ruas proibidas. ainda não fui. ainda permaneço. os dedos morrem demoradamente numa fotografia, e a boca, a mastigar teclas sem sabor, tenta cegar os becos onde nos deixaram, rodeados de vidro quebrado, para sabermos que a fuga nos custaria, pelo menos, parte da nossa pele. ouço músicas de outro tempo que não...
 
a renda
quero ir a um encontro, para vestir um vestido e pintar os olhos. para mexer no cabelo e passar os dedos perto dos seios enquanto cruzo as pernas. expirar o fumo dos cigarros e os olhos em direcção ao tecto. para tocar na tua mão e fingir que por acidente. para falar de interesses e de aspirações. para poder molhar os lábios e os possas sentir arder. para o meu corpo rejuvenescer deste amor eterno que surge e que termina com o orgasmo. ou com a verdade. na verdade eu quero ir a um encontro para poder sobretudo aveludar a voz. (este...
 






Copyright © 2003 - 2004 NeverX All rights reserved.
Tag board Rules     Privacy policy     Terms of Service